/ / / / / / Resenha | Simplesmente o Paraíso - Julia Quinn

Resenha | Simplesmente o Paraíso - Julia Quinn


Simplesmente o Paraíso é o primeiro volume da a série Quarteto Smythe-Smith que narra a jornada das musicistas (não tão talentosas), citadas anteriormente na série Os Bridgertons. Nela conhecemos os protagonistas Honória, a bondosa violinista do grupo, e Marcus Holroyd o eterno e encantador amigo da família.

Sobre a Obra

Marcus é o melhor amigo de Daniel, o herdeiro dos Smythe-Smith. Por ter um pai distante uma ausência de outros membros da família, o rapaz sempre passou as férias e feriados com a família de Daniel, onde eram perseguidos por Honória, a caçula que desejava atenção.

Agora, já adultos, Daniel incumbiu Marcos de cuidar de Honória e evitar que ela se case com a pessoa errada enquanto ele permanece fora da cidade, devido a confusão mal resolvida. Só que a jovem não faz ideia dessa intervenção, o que fará com que Marcus sempre esteja por perto vigiando a moça.

Em uma dessas 'aventuras', Marcus acaba ficando doente - por culpa de Honória -, e ela se sente responsável por restabelecer a saúde do jovem Conde.

Esse desafio faz com que eles se aproximem e percebam sentimentos, um pelo outro, que nunca imaginaram ser possível.

Opinião Pessoal

Simplesmente o Paraíso é um livro que vai na contramão dos tradicionais romances de Julia Quinn. Na obra não vemos um personagem masculino perturbado por seu passado sombrio, mas um Conde que sempre aceitou o que lhe foi oferecido e que  é grato pela oportunidade de participar de uma grande família como os Smythe-Smith.

Por conta disso, não vemos tantas reviravoltas como em outras obras da autora. O 'climax' se concentra em situações específicas, que são facilmente superadas pelos personagens.

Em contrapartida, podemos conhecer um pouco mais sobre essa encantadora família e sua relação (desastrosa) com a música.

Para os fãs de Os Bridgerthons, os Smythe-Smith sempre foram citados, mas por não terem laços de matrimônio ou amizade direta, acabamos não sabendo os segredos e tradições que eles ostentam.

Essa série é uma oportunidade de conhecer mais e mais sobre o mundo imaginado por Julia e se encantar com sua habilidade de criar conexões e romances divertidos e leves.

Falando em criar conexões, Marcus Holroyd é citado, no romance de outra autora: A Torre do Amor, de Eloisa James - Confira também essa história!
Resenha | Simplesmente o Paraíso - Julia Quinn Resenha | Simplesmente o Paraíso - Julia Quinn Reviewed by Jessica Correa on Rating: 5
google.com, pub-4664668740566794, DIRECT, f08c47fec0942fa0
Tecnologia do Blogger.