Grifos e Gárgulas é um jogo sobrenatural ou temos um novo psicopata em Riverdale?


Muita coisa aconteceu em Riverdale durante os 4 primeiros episódios. Teve alguns depoimentos suspeitos de atores e produtores e muita dúvida surgiu depois da estreia de “O Mundo Sombrio de Sabrina”.

Alguns pontos nos fizeram acreditar que o “Rei Gargula” e o jogo “Gryphons and Gargoyles”, poderiam ser obras do sobrenatural. Poderia estar ligado a fazenda que Polly e Alice frequentam, mas se seguir a linha da série, pode ser apenas mais um psicopata atacando em Riverdale. No fim, nós sabemos que Betty, Jughead, Veronica e Archie, vão desvendar o mistério. Talvez o Juggy não, já que ele anda bem biruta no jogo.

O texto contém muitos spoilers, então sugiro que você assista os 4 episódios de Riverdale. Não precisa ter assistido Sabrina, porque não vamos nos aprofundar nas aventuras da bruxinha, apenas citamos as referências de Riverdale na série.

Vamos voltar um pouco ao passado, antes da estreia de Riverdale e Sabrina, o KJ Apa e a Lili Reinhart disseram em uma entrevista, durante a Dallas Fan Days, que desconsideravam um crossover entre as séries.

O KJ disse: “Quero muito que aconteça, mas não acho que irá acontecer. Eles têm um aspecto sobrenatural que nós realmente não temos. Seria uma loucura" e a Lili reforçou, “Acho que 'Riverdale' seria um programa diferente se tivesse uma feiticeira voando por aí. Um crossover só aconteceria sob circunstâncias muito especiais, como numa sequência de sonho ou pesadelo. Sinto que não há este aspecto mágico em Riverdale”.


A terceira temporada de Riverdale estreitou no dia 10 de Outubro. Todos esperávamos que a trama rodasse em torno da prisão do Archie, condenado por matar o garoto Cassidy, que invadiu a casa de campo da Veronica, lá na segunda temporada. Na verdade, foi um assassinato efetuado pelo capanga do Hiram e que ele usou para se vingar da ameaça feita por Archie.

O criador da série chegou a postar uma foto do Rei Gárgula, mas não tínhamos certeza se ele seria o vilão da temporada.
O que ninguém esperava era que um jogo de tabuleiro fosse acrescentado a trama e trouxesse uma “onda” quase mística para a série. Se analisarmos com olhos de fãs doidos e sedentos por um crossover, só vamos enxergar coisas sobrenaturais. Definitivamente quem quer muito ver a bruxinha ajudando os mortais de Riverdale, já vai pensar que o Lord das Trevas está brincando com os humanos. Mas se analisarmos os quatro episódios friamente, talvez não seja bem isso. E não podemos desconsiderar a linha que a série segue como identidade.


Dilton e Ben são os primeiros personagens que aparecem jogando o Gryphons & Gargoyles. Os garotos passam a ter um comportamento suspeito, Dilton por muitas vezes parece assustado e em alerta. Obviamente o Jughead é quem percebe o comportamento estranho. Dilton chega a pedir socorro para o Juggy e menciona que está sendo perseguido pelo “Rei Gárgula”.

"Ben e eu pensamos que era apenas um jogo, um jogo de RPG estúpido, mas não é", diz ele. "É muito mais. Ele é real."

Logo depois do traumático julgamento do Archie, que resulta em sua prisão, Jughead volta para encontrar Dilton e o ajudar, mas ele não encontra o garoto no trailer. Juggy acha um “quase” mapa que Dilton deixou, ele segue as indicações e vai até o local assinalado. O que ele encontra é exatamente o que mexeu com a cabeça de todos os fãs.

Dilton e Ben estavam no parque, à noite, em um cenário perturbador, com uma estátua de madeira, que mais parecia um animal, os meninos estavam prostrados em frente ao “ídolo”, com as costas marcadas com sinais estranhos e com dois cálices somando o conjunto.

Até aí, poderia realmente ser algum culto pagão, talvez ligada a fazenda que a Alice e Polly frequentam, se levarmos em consideração a visão da Betty e a forma estranha como o jogo - até então, desconhecido -, mexe com a cabeça das pessoas e logo depois temos a primeira aparição do Rei Gárgula, um bicho enorme, assustador e que nos levam a crer que tudo poderia realmente ser obra de algo sobrenatural.

Nesses primeiros capítulos, não tínhamos noção de quais eram as regras do jogo, apenas que ele está levando pessoas a morte. Primeiro Dilton morreu envenenado, depois o sobrevivente, Ben, se jogou de uma janela, falando coisas confusas sobre o jogo e aparentemente está morto. Não se fala muito sobre a morte de Ben, não tem um funeral, ninguém vê o corpo, só sabemos que ele se jogou da janela.

No meio do caminho, “O mundo sombrio de Sabrina”, estreio. No capítulo 7 “O ritual dos rituais”, durante o dia de ação de graças a Sra. Wardwell pede uma pizza e quem aparece na porta dela para entregar é o... Ben, o garoto “supostamente” morto de Riverdale. O entregador de pizza não só era o mesmo ator, como também estava com uma tag de identificação no uniforme escrito “Ben”.


O criador de ambas as séries deu seu depoimento sobre isso e disse: “É uma boa pergunta e depende”, respondeu Roberto Aguirre-Sacasa. “Isso sugere uma mitologia profunda em que tempo e espaço se misturam. Eu amo aquele garoto. Fico triste por ele continuar aparecendo e que coisas horríveis continuem acontecendo com ele”.

Pareceu que a queda dele do hospital era um final, mas então ele está em Greendale. Mas em Greendale todo mundo aparece — os mortos não ficam mortos por muito tempo lá”, finalizou o criador da série.

Agora, o que isso quer dizer? Ben trabalhava como entregador de pizza antes do jogo? Teria sido levado para Greendale e ressuscitado, igual tentaram com o irmão do Harvey? Vamos esperar pelas cenas dos próximos capítulos.

As regras começam a ficar claras no terceiro episódio, quando Ethel leva o Juggy até o Búnquer para apresentar as regras do jogo. O novo rei dos Serpents tem que provar sua lealdade ao Rei Gárgula, com isso ele é induzido a escolher entre os dois cálices, que segundo a garota, eram "sangue de Gárgula". Jughead acaba escolhendo o cálice que não estava envenenado e Ethel bebe o que está com cianeto.

Nesse encontro deles, a Ethel deixa claro que Juggy escolheu o mesmo personagem que Ben para jogar e então ela diz que Ben e Dilton traíram ela. Isso poderia ser sinal de que alguém estava mexendo com a cabeça da garota? Quem sabe, talvez o autor do jogo leve ela a crer nisso, afim de que siga o mesmo caminho dos rapazes e se mate.

Dilton teria mesmo bebido do cálice? Ainda temos poucas informações sobre isso, mas o garoto foi o único a pedir socorro, ele realmente morreu envenenado no parque. Será que Ben ou o próprio Gárgula não o forçaram a beber? Porque um pouco mais pra frente, aparece outro personagem, que poderia também aparentava ser uma ameaça, que morre misteriosamente envenenado sem sabermos com detalhes se ele bebeu o “sangue de gárgula” por vontade própria ou não.

Ethel também diz algo inusitado para Jughead, “Eu disse a ele que você era digno o suficiente para espalhar seu evangelho". Dilton está morto, não é mais uma ameaça, mas a pessoa para quem ele pediu socorro e expôs o jogo, é o único que Ethel permite jogar? Estranho, talvez eles estejam querendo apagar o Juggy também, mas antes fazer com que ele influencie os amigos a jogarem, talvez em especifico, Betty, que também está mexendo na investigação do jogo.

Durante os episódios os pais deram muita pinta de que eram entendedores de Gryphons and Gargoyles. Primeiro fizeram uma reunião, onde discutiam sobre o perigo do jogo e parecia que estavam escondendo muito mais. Depois FP e Alice proíbem Jughead e Betty de investigarem a causa da morte de Dilton, depois eles quase surtam quando veem o livro de regras com os filhos e o queimão, destruindo a única pista que eles tinham.

Todo esse mistério com os país é revelado no quarto episódio, enquanto Alice Coope conta a história do “Midnight club”.


O episódio mais aguardado trouxe à tona segredos antigos de todos os personagens e fez com que velhas teorias fermentassem na cabeça de diversos fãs.

O passado de Penelope Blossom talvez seja o mais relevante para a trama do jogo, quem sabe pode até estar ligado. A mãe de Cheryl não é uma Blossom pura, ela foi adotada para ser irmã de Clifford e preparada para se casar com o rapaz. Penelope veio do orfanato Sisters of Quiet Mercy, o mesmo em que Alice deixou o Chic. Vai saber se a menina revoltada não decidiu se juntar a algum maluco que queria matar algumas pessoas de Riverdale, talvez para fugir do destino problemático que a família adotiva estava oferecendo.

A ideia de manter a espécie pura e ruiva dos Blossoms já vem sendo atiçada a algumas temporadas - existe até a filosofia de que Archie, Jason e Cheryl são trigêmeos -, por exemplo quando forçam a Cheryl a ter um relacionamento com Archie por ele ser ruivo. O fato de quererem casar “irmãos” e praticarem incesto, nos leva a duvidar que talvez a família quisesse que Cheryl se casasse com o irmão Jason e por isso o rapaz queria fugir. Não acredito que os gêmeos sejam adotados, já que eles colocaram os atores que interpretam Cheryl e Jason para também interpretarem Penelope e Clifford, o que talvez seja uma prova de que os gêmeos são sim, filhos do casal.

Penelope e Clifford Blossom

Penelope é quem guia o jogo, quando a versão nova dos “pais” o acha na gaveta de um professor, enquanto cumpriam um período de detenção. Durante o episódio, se sustenta a teoria de que o jogo realmente mexe com o psicológico. Já que os garotos parecem lidar com diversos obstáculos em suas vidas e são presas fáceis, que procuram uma saída da realidade. Alice Smith, Fred Adrews, Hermione Gomez, Penelope Blossom, Forsythe Pendleton "FP" Jones e Sierra Samuels, estão fugindo dos seus problemas enquanto jogam Gryphons and Gargoyles.

Uma festa de “Ascensão” é organizada, os jogadores envolvidos se encontravam em dois grupos de jogos, guiados por Penelope e o pai de Dilton. Os jovens acreditam que um deles é quem foi o responsável por organizar. Mas em um diálogo, logo depois de Hiram Lodge distribuir drogas para os colegas, o pai de Dilton questiona a Penelope e ela diz que não organizou e ele também nega que tenha distribuído os convites. Será que não foi nenhum deles mesmo?


Isso nos leva a crer que, seja quem for o “rei Gárgula” e responsável por organizar esse jogo macabro, tem total acesso ao colégio “Riverdale High”. Porque os convites apareceram nos armários dos estudantes, parecido com o que Ethel fez no futuro, mas com um número segregado de alunos.

Antes da suposta “ascensão”, o jogador precisa provar a sua fé e é desafiado a jogar a moeda e beber o cálice que a sorte escolher. Essa oportunidade aparece apenas para Alice, a única que não fez uso de drogas, por estar gravida de Chic. Ela se recusa e vai embora, mas esbarra, primeiro, com o “rei Gárgula” e depois com o diretor Featherhead.

Misteriosamente o diretor que tinha sido dado como desaparecido depois da festa de ascensão, é encontrado devido ao mal cheiro que predomina nos corredores. Acham ele dentro do colégio, com os lábios azuis, o local possuía os mesmos símbolos encontrados cravados nas costas de Dilton e Ben e a causa da morte foi envenenamento. 

Ele é o personagem que tem uma morte suspeita igual à do Dilton. Ninguém sabe se ele bebeu ou se foi forçado a beber o veneno. Ele também representava uma ameaça, porque se ele desconhecesse o jogo e pegasse os jovens, talvez ele levaria o plano do Gárgula por água a baixo. Mas existe a possibilidade dele ter bebido porque ele já conhecia o jogo, por ter jogado.

Os participantes do “clube da meia-noite", decidem se desfazer do jogo e nunca mais falar sobre isso. Eles desconfiam que alguém ali matou o diretor e que se um for pego, todos irão, mas eles também não se esforçam para obter uma resposta, apenas decidem sumir com tudo e fingir que aquilo nunca aconteceu. Cada um fica responsável por se desfazer de algo, por exemplo, Hermione deveria sumir com os cálices.


Voltando para o futuro, Betty faz uma procura pelo colégio e encontra facilmente os cálices que Hermione deveria ter destruído, escondido no armário onde ficam os troféus em Riverdale High. Suspeito, ela poderia ter enterrado, jogado em um lixão para serem esmagados, mas ela simplesmente decidiu esconder no colégio em um lugar onde qualquer um poderia achar. Das duas uma, ou ela queria que o assassino fosse pego ou talvez não foi ela que colocou os cálices ali. Eu não acho que ela tenha tramado o jogo e seja a vilã, mas fica a duvida ai.

Terminamos o episódio com uma cena perturbadora da Betty encontrando o Jughead, Tony, Cheryl, Sweet Pea e Fangs jogando Gryphons and Gargoyles.

Juggy está transtornado, o que acreditamos que ele estava desde que aceitou jogar roleta russa versão cálices envenenados com, Ethel. Ele diz estar no nível três, prestes a “ascender” e derrotar o rei Gárgula. 

Mas já ouvimos isso antes, quando Ben, antes de se matar diz que não tinha medo de “ascender”, da mesma forma que Dilton. O que nos leva a crer que provavelmente esse processo resulta em morte no final.

O fato de Archie está preso e os Southside Serpent ter perdido o território para os Ghoulies, podem ser os motivos que levaram o Juggy a se envolver no jogo. Já que no revival dos pais, descobrimos que o jogo geralmente chega em pessoas com alguns problemas e que facilmente seria envolvida pela fantasia para esquecer os obstáculos do mundo real.

Hermione Lodge, como prefeita de Riverdale, proíbe os jovens de jogarem Gryphons and Gargoyles, alegando que o jogo causa ilusão, mexe com a cabeça e causa atos violentos e suicidas. Ela apenas excitou as crianças da cidade, que irão em direção ao perigo como moscas vão em direção a luz. 

A pouco tempo, a atriz Lili Reinhart, soltou uma informação, que é exatamente a resposta para a nossa pergunta inicial.

Ele é tipo esse ser que nós não conhecemos, nós não sabemos quem é, não sabemos porque ele está em Riverdale, mas ele está conectado com o mistério, ele é basicamente o mistério principal da metade dessa temporada. Ele é definitivamente um tipo de monstro, vilão, mas não é exatamente sobrenatural. Não há elementos sobrenaturais como um fantasma ou um monstro, ele é só um vilão”, disse Reinhart. “Vai ter uma explicação por trás de tudo, que nós vamos explorar nos primeiros episódios com certeza. Mas ele é muito assustador, muito grande”.

Não seria espantoso se Hiram Lodge, fosse o “Rei Gárgula”, ou mexesse com a cabeça de mais alguém a ponto de fazer a pessoa achar que essa ideia de jogo era boa. Ele separou o Archie do grupo, que sempre foi uma espécie de “líder salvador” deles, mesmo com a desvairada que ele deu na segunda temporada. Hiram sabia que isso desestabilizaria o grupo e ele está cuidado para que Archie permaneça e talvez até morra nas lutas ilegais com essa história de “Mad Dog”.

No fim da segunda temporada, também vimos a reunião que ele fez com a Penny, o representante dos Ghoulies, Penelope Blossom, o “suposto” irmão gêmeo do Clifford – Que eu acredito que seja o próprio e que ele matou o irmão e colocou no lugar dele pra se safar do assassinato do Jason – e o Xerife que ele infiltrou na cidade pra derrubar o Keller. Algo esse homem estava tramando nessa reunião. Será que não era reavivar o jogo? Ele ainda teria Penelope como uma carta na manga, já que ela sabia como funcionava. Um pouco suspeito, dois jogadores antigos continuarem a manter "negócios".


O Rei Gárgula estava quando os pais de Riverdale jogavam Gryphons and Gargoyles e está nos dias de hoje, influenciando e levando os filhos deles a morte. Quem será o grande vilão dessa temporada? E quando que o Archie vai sair daquela cadeia e deixar de ser saco de pancada, hein?!

Lembrando que a fuga do presidio já foi incitada pelo mocinho no episódio três.


Já está aberta a nova temporada de apostas para descobrirem quem é o vilão. O quarteto já descobriu quem matou Jason Blossom e já desmascararam o Black Hood. E agora, será que vão derrubar o Rei Gárgula?

OBS: Falamos algumas vezes sobre um crossover entre Riverdale e Sabrina. Os criadores não descartam a ideia, mas sabemos que uma é produzida pela The CW e outra pela Netflix, o que poderia causar, talvez, uma certa dificuldade.

O produtor Jon Goldwater disse que: “Não estamos pensando nisso agora. Mais pra frente? Nunca se sabe. Talvez“.

Final do episodio 4:


*Texto por Ana Moraes

3 comentários:

  1. Ontem me veio a ideia que talvez Riverdale não seja real, na verdade seja uma história criada pelo Jughead, por isso ele está falando que o Grifos e Gárgulas é parte de um jogo maior. Da mesma forma que ele narra o jogo para os amigos e as coisas acontecem no quinto episódio, Jughead é o narrador da série (ele costuma dizer o que vai acontecer no começou ou no fim dos episódios).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já discordo de sua ideia...pois quando o Jughead está lendo aquela história na qual ele mesmo criou, havia um jogo no lugar onde eles estavam, o lugar onde estavam, tudo fazia parte do passado de seus pais e do jogo do passado...Mas podemos dizer também que o que voce disse seje uma hipótese que na qual não sabemos, porém acho meio que impossivel!Não acho que o diretor da série não faria todo esse suspense para no final ser apenas um "livro" de JUgh, acho que apenas que seje real e alguma pessoa esteje por trás de tudo isso igual todas as outras vezes.

      Excluir