[Resenha] Rio Vermelho - Amy Lloyd (Faro Editorial)



Sobre o Livro

Há vinte anos, Dennis Danson foi preso pelo assassinato brutal de uma jovem no condado de Red River, na Flórida. Agora ele é o assunto de um documentário sobre crimes reais que está lançando um frenesi online para descobrir a verdade e libertar um homem que foi condenado erroneamente.

A mil milhas de distância na Inglaterra, Samantha está obcecado com o caso de Dennis. Ela troca cartas com ele e é rapidamente conquistada por seu aparente charme e bondade. Logo ela deixou sua velha vida para se casar com ele e fazer campanha para sua libertação.

Mas quando a campanha é bem sucedida e Dennis é libertado, Sam começa a descobrir novos detalhes que sugerem que ele pode não ser tão inocente.

Opinião pessoal

Ler RIO VERMELHO* foi uma experiência totalmente atípica, pois em questão de páginas consegui entender, questionar e odiar as escolhas feitas pelos personagens.

No livro somos apresentados à Samantha, uma jovem solitária, confusa e com histórico de experiências românticas ruins. Essa situação abre oportunidade para que ela se encante pela história de Denis, um presidiário de fama internacional, que busca por um novo julgamento para sua sentença de assassinato.

Após simpatizar com o caso e se aproximar do rapaz, Samantha passa a apostar todas as suas frustrações e inseguranças – com o trabalho que a deixa infeliz e o relacionamento complicado com a mãe –, em uma vida de “sucesso” com ele, como se esse relacionamento fosse a única solução para sua situação.

Logo nas primeiras páginas comecei a questionar a sanidade da personagem e suas escolha de se aproximar de Denis, um homem que ela não conhecia e que estava complemente fora de seu alcance.

Com a liberdade de Denis, a narrativa muda totalmente de ritmo. Os cenários passam a ser mais sombrios, o tempo deixa de ser cronológico e se torna psicológico, além de Samantha parecer cada vez mais solitária – mesmo estando ao lado do marido.
Quando eles retornam a cidade natal de Denis, Samantha vai ser imersa em aspectos peculiares do passado do marido: pessoas que ele conhecia, manias obscuras e atitudes suspeitas que fazem com que ela questione a participação dele nos assassinatos.

Denis é um personagem extremamente soturno e enigmático. Inicialmente ele parece como uma vítima das circunstâncias, triste e desorientado, depois ele se mostra interesseiro, desconfiado e manipulador.

É nesse clima de insegurança que a história se desenvolve, lenta e detalhista, até o ‘grand finale’ que surpreende qualquer leitor.

Título Nacional: Rio Vermelho
Título Original: The Innocent Wife
Autor: Amy Lloyd
Editora: Faro Editorial
Ano: 2018
Especificações: 276 páginas
ISBN: 978-85-9581-014-3
Avaliação: ★★★★

* Livro cortesia da Faro Editorial

Nenhum comentário