[RESENHA] A Coroa da Vingança - Colleen Houck (Editora Arqueiro)

Olá pessoal,

Hoje trouxe para vocês a resenha que finaliza uma das minhas sagas preferidas: A COROA DA VINGANÇA*, da Colleen Houck. Confiram o final da jornada de Lily, Amon, Asten e Ahmose:

Sobre o livro

Meses após sua pacata vida como herdeira milionária sofrer uma reviravolta e embarcar numa vertiginosa jornada pelo Egito, Lilliana Young está praticamente de volta à estaca zero.

Suas lembranças das aventuras egípcias e, especialmente de Amon, foram apagadas, e só resta a Lily atribuir os vestígios de estranhos acontecimentos a um sonho exótico. A não ser por um detalhe: duas estranhas vozes em sua mente, que pertencem a uma leoa e uma fada, a convencem de que ela não é mais a mesma e que seu corpo está se preparando para se transformar em outro ser.

Enquanto tenta dar sentido a tudo isso, Lily descobre que as forças do mal almejam destruir muito mais que sua sanidade mental – o que está em jogo é o futuro da humanidade.

Seth, o obscuro deus do caos, está prestes a se libertar da prisão onde se encontra confinado há milhares de anos, decidido a destruir o mundo e todos os deuses. Para enfrentá-lo de uma vez por todas, Lily se une a Amon e seus dois irmãos nesta terceira e última aventura da série Deuses do Egito.

Opinião pessoal

Chegar ao fim de uma série é sempre uma experiência difícil para mim, principalmente, pois Colleen Houck criou em Deuses do Egito uma história incrível, recheada de conhecimentos, informações sobre o Egito antigo, mitos e lendas, com um toque de amor e amizade.

Na obra encontramos a tarefa mais difícil de Lily: enfrentar os perigos de ser uma esfinge/ deusa sem se lembrar da jornada que já viveu ao lado dos filhos do Egito e tendo que dividir seu corpo com duas almas diferentes – uma fada e uma leoa.

No início da narrativa não entendemos o que aconteceu com a jovem, mas a decisão de aceitar as consequências de suas aventuras com certeza afetou seu subconsciente, bloqueando as memórias humanas e a deixando para acreditar em tudo que suas almas visitantes compartilham.

É nesse conflito que somos jogados em uma nova tarefa, libertar os filhos do Egito de seu esconderijo – que os protege do poder e ira de Seth – e ajudar a salvar o universo.
Quando percebi a situação de Lily – sem memória, sendo relegada a uma simples visitante em seu próprio corpo – me senti extremamente incomodada. Não que não goste de Tia ou Ashleigh, mas em minha visão Lily é o centro e as ações (e sentimentos) das demais não deveriam ficar tão em evidência.

Com o “andar” da leitura, passei a entender o que a autora queria construir e muitas das informações e laços criados na obra não seriam possíveis caso ela permanecesse com seu coração e memórias amarradas a Amon. Se distanciar desse amor foi necessário para que todos encontrassem a felicidade que mereciam.

Assim como nos demais três livros da série – dois oficiais e uma prequel – vemos os personagem encaram desafios, monstros, testando suas habilidades e vulnerabilidades e aprendendo com a jornada.

Posso dizer que esse foi o livro do Ahmose – assim como os demais deram ênfase para Amon e Asten – mostrando o puro coração por trás do porte físico e tamanho do terceiro irmão do Egito. Em compensação, preciso dizer que ele também é o mais ciumento, audacioso e aproveitador dos irmãos, pois demonstrou um sentimento de posse sobre as três almas “moradoras” no corpo de Lily e usufruiu das energias da jovem para se aproximar de Ashleigh – algo que achei extremamente injusto.

O que me decepcionou um pouco foi o poder dos deuses na história, pois no segundo livro eles são fortes e poderosos e neste, eles se apresentaram constantemente como fracos e vulneráveis à Seth – este que também ficou um pouco abaixo das minhas expectativas, afinal o deus do caos tem que ser top né.

A conclusão da narrativa foi realizada de uma forma majestosa, permitindo que todos – sem exceção – encontrassem felicidade e significado na experiência vivida, colocando ordem no universo e atendendo aos pedidos mais íntimos dos corações de cada um dos personagens citados.

Realmente senti que o livro cumpriu seu dever e proposta.

Título Nacional: A Coroa da Vingança
Título Original: Reunited
Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Especificações: 416 páginas
ISBN: 9788580417883
Avaliação: ★★★★★

Conheçam os outros títulos da série:

* Livro cortesia da Editora Arqueiro

Sobre a autora

Colleen Houck é uma escritora americana que antes de escrever sempre foi uma leitora ávida. Ela se formou pela Universidade do Arizona e trabalhou como interprete de língua de sinais durante 17 anos.

Colleen começou a sonhar em se tornar uma escritora após ler Crepúsculo, da Stephenie Mayer. Antes de ler a obra, ela acreditava que escrever não era para pessoas “comuns”, mas após ver uma entrevista de Stephenie na Ophah, se identificou com a história de vida da autora e decidiu arriscar no universo literário.

Ele publicou os dois primeiros volumes da série A Maldição do Tigre de forma autônoma na Amazon. As obras logo se tornaram um sucesso entrando na lista de mais vendidos do site, o que deu visibilidade e iniciou a carreira da autora.

Hoje ela vive em Salem, no Oregon, com o marido e um tigre branco de pelúcia.

Nenhum comentário