Header Ads

[RESENHA] O Duelo dos Imortais, Colleen Houck (Editora Arqueiro)

Olá pessoal,

Hoje vamos conversar sobre o livro O DUELO DOS IMORTAIS*, uma prequel da série Deuses do Egito, que aborda o primeiro conflito entre os deuses que ocasionou a ira de Seth  e a dificil tarefa de Amon, Lily, Asten e Ahmose de manter a paz entre os mundos.

Confiram:

Sobre a autora

Colleen Houck é uma escritora americana que antes de escrever sempre foi uma leitora ávida. Ela se formou pela Universidade do Arizona e trabalhou como interprete de língua de sinais durante 17 anos.

Colleen começou a sonhar em se tornar uma escritora após ler Crepúsculo, da Stephenie Mayer. Antes de ler a obra, ela acreditava que escrever não era para pessoas “comuns”, mas após ver uma entrevista de Stephenie na Ophah, se identificou com a história de vida da autora e decidiu arriscar no universo literário.

Ele publicou os dois primeiros volumes da série A Maldição do Tigre de forma autônoma na Amazon. As obras logo se tornaram um sucesso entrando na lista de mais vendidos do site, o que deu visibilidade e iniciou a carreira da autora.

Hoje ela vive em Salem, no Oregon, com o marido e um tigre branco de pelúcia.

Sobre o livro

Antes que Lily e Amon se encontrassem, antes mesmo que o caos dominasse o cosmos e os deuses precisassem de três irmãos corajosos para combater o mal, muita coisa já estava em jogo. Em O DUELO DOS IMORTAIS, vamos conhecer a história dos quatro irmãos que assistiam, com seus poderes especiais, o grande Amon-Rá no governo da Terra:

Osíris, o generoso deus da agricultura, que ajuda os mortais a crescer e prosperar em seu ambiente natural.

Ísis, a linda deusa da criação, que promove a saúde e o bem-estar.

Néftis, a doce vidente, que mantém o equilíbrio entre os seres vivos e o universo.

E por último Seth, o mais jovem, que cresceu desprovido de poderes e desprezado por todos.

Quando, finalmente, os poderes de Seth se manifestam, que efeito sobre a humanidade terá a perigosa mistura de uma infância marcada pela rejeição, uma intensa paixão não correspondida e o incrível poder de desfazer coisas, pessoas... e até deuses?

Romance, traição e vingança são os fios que tecem esta trama surpreendente, cujos personagens imortais despertam em nós os mais profundos sentimentos.

Opinião pessoal

A decisão de Colleen Houck em escrever O DUELO DOS IMORTAIS não poderia ser mais assertiva do que foi. A narrativa é muito importante para fãs entenderem alguns fatos que são mencionados ao longo dos dois primeiros livros, O Despertar do Príncipe e O Coração da Esfinge, e entender as decisões e opiniões dos deuses sobre as ações de Seth.

Na obra somos apresentados à cidade de Heliópolis, lar dos deuses, antes do caos se abater sobre o mundo. Nessa época conhecemos o arrogante - e com complexo de inferioridade – Seth, o último filho de Geb e Nut, um deus pequeno, sem poderes e com aspirações de grandeza.

Depois de descobrir sua habilidade para desfazer as coisas, Seth traça um plano para dominar Heliópolis e se tornar o maior dos deuses. A ira do personagem – e sua necessidade por fazer mal aos outros – aumenta quando é renegado por Isis, a deusa da criação, que se casa com Osíris – o belo deus da agricultura e rival de Seth.

Os planos diabólicos e as ações impensadas de Seth logo geram um desconforto em toda a Heliópolis, fazendo com que Amon-Rá interfira na decisão de seus irmãos e tente controlar a ânsia de destruição de Seth.

A narrativa explica aos leitores os sacrifícios feitos por cada um dos deuses para que a paz entre os mundo permaneça, apresentando belas histórias de amor, vinganças e a possibilidade de futuro (feliz) para o final da saga.

Fico me perguntando se a história não seria diferente, caso houvesse uma única pessoa que se importasse realmente com Seth. Sem poderes ele não tinha valia para seus irmãos ou pais, desenvolvendo assim uma intensa solidão e a necessidade de autoafirmação.

Gostei bastante da apresentação de Néptis, uma personagem pouco mencionada nos livros anteriores, mas com uma importância gigantesca na vida dos irmãos Amon, Asten e Ahmose e da própria Lily, a esfinge prometida.

Muitas dúvidas e questionamentos que tinha anteriormente foram sanados – não posso falar muito porque daria spoiler – mas é uma leitura essencial para fãs da saga e da própria Colleen Houck.

Era realmente arrasou neste livro - pequeno em tamanho, mas gigante em conteúdo!

Título Nacional: O Duelo dos Imortais
Título Original: Reignited
Autora: Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Especificações: 112 páginas
ISBN: 9788580417210
Avaliação: ★★★★★

* Livro cortesia da Editora Arqueiro

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.