Ads Top

Resenha | Caixa de Pássaros - Josh Malerman

Resenha de Caixa de Pássaros, de Josh Malerman.

Título Nacional: Caixa de Pássaros
Título Original: Bird Box
Autora: Josh Malerman 
Editora: Intrínseca 
Ano: 2015
Especificações: 272 páginas 
ISBN: 978- 85- 8057-652- 8
Avaliação: ★★★★★ 

Sinopse
Quatro anos depois de as mortes terem começado, há poucos sobreviventes em Michigan. Malorie e seus dois filhos pequenos estão entre eles. O trio faz parte do grupo que tenta resistir em um mundo no qual abrir os olhos pode ser fatal. 

Vivendo em uma casa abandonada, Malorie e as crianças não sabem o que se passa do lado de fora. Sempre com as janelas e portas cobertas e sem comunicação com o exterior, o local é uma área isolada no meio do caos. Até o momento em que uma misteriosa neblina atinge a região e ela toma uma decisão que adiou por muito tempo. 

Após quatro anos trancados, ela e as crianças fogem da casa em um barco a remo na esperança de encontrar um lugar distante do surto que matou todos ao seu redor. De olhos tapados, os três encaram uma viagem assustadora rumo ao desconhecido. 


Opinião

A Caixa de Pássaros é uma história de suspense psicológico que aborda o medo e a incerteza do desconhecido - e tudo que ele abriga. No livro conhecemos Malorie, uma jovem que encontra-se no maior desafio de sua vida: cuidar de dois filhos em um mundo onde enxergar pode ser a sentença de morte. 

Um mal sombrio se instaurou nas ruas: algo ou alguma coisa está viva e solta e, quando vista por olhos humanos, tem o poder de estimular que as pessoas cometam suicídio. 

Essa realidade faz com que Malorie procure ao máximo proteger à si mesma e os filhos, mas depois de reviravoltas e muita solidão, ela sente que ficar abrigada no mesmo lugar não é mais seguro e parte em busca de um refúgio seguro. Se saber a forma ou se encontrará as criaturas, ela só pode contar com sua audição e com a certeza de que treinou bem os filhos a jornada. 

Durante a viagem passamos a conhecer o passado da personagem e como ela chegou até esse momento: dor, perda e sofrimento, que aos poucos marcaram profundamente seu caráter e também aumentaram seu instinto de sobrevivência.

Intensa e dolorosa, a aventura retrata os poucos momentos de segurança que Malorie tem em seu dia a dia e o desafio de deixar o amor materno de lado para garantir a sobrevivência dos filhos - treinando-os como cegos para que eles desenvolvam outros sentidos.

Confesso que a leitura da obra não foi nada fácil. A presteza e detalhismo do autor faz com que a obra seja  uma verdadeira experiência de suspense, prendendo o leitor e fazendo com que ele perca a noção de espaço e tempo. 

A sequência de Caixa de Pássaros chegou ao Brasil em julho de 2020 e leva o nome da personagem: Malorie.

Tecnologia do Blogger.