[RESENHA] Mais lindo que a Lua - Julia Quinn (Editora Arqueiro)

Sobre a obra

Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.

Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?

Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?

Opinião pessoal

MAIS LINDO DO QUE A LUA* é realmente uma história apaixonantemente divertida. E não poderia ser diferente, já que é uma produção da magnífica Julia Quinn.

Na obra somos apresentados a um "amor à primeira vista", o encantamento que Victoria e Robert sentem um pelo outro, assim que se encontram. Mas esse amor, assim como o de Romeu e Julieta, estava fardado a interrupção de suas famílias.

Realmente achei digno mostrar o casal sendo separado por intervenção e artimanhas de ambos os pais, principalmente, pois os romances de época normalmente mostram o "lado bonito" do relacionamento na aristocracia: o amor que quebra barreiras sociais; a falta de importância por um dos parceiros ser pobre; ausência de menosprezo pelos herdeiros bastardos, etc.

E nesse livro todas as diferenças entre os dois são destacadas e eles realmente se afastam.

Mas o tempo passa e o verdadeiro amor tende a reuni-los – ela agora na posição de uma tutora mal tratada e ele como o convidado de seus patrões. Infelizmente a sede de vingança e tristeza que ambos sentem, impede que superem a separação e sigam em frente.

Robert, como um apaixonado crônico, acaba descobrindo o motivo do afastamento anos antes e resolve reconquistar Victoria, mas essa não será uma tarefa fácil, afinal ela não mais a mesma moça que acredita em finais felizes.

Victoria é o retrato da moça desiludida com o mundo, aquela que passou por todas as adversidades e procura por seu lugar - de preferência um que ele seja tranquilo, satisfatório e conquistado por ela própria.

O casamento com Robert não é uma garantia disso, pois ela se vê aprisionada em um mundo que não é dela e do qual não planeja fazer parte.

Já Robert acha que o dinheiro, as posses e o poder farão com que a amada aceite reatar o relacionamento, mas muito ainda deverá ser feito até que a moça aceite que eles são "almas gêmeas".

Com uma narrativa leve e fluida, a obra é finalizada rapidamente, principalmente, pois o leitor é capturado logo nas primeiras páginas. A autora arriscou em apostar em um "amor a primeira vista", principalmente por não ser uma técnica comum adotada por ele, mas não poderia ter acertado melhor.

Título Nacional: Mais lindo do que a Lua
Título Original: Everything and the Moon
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Especificações:272 páginas
ISBN: 9788580417975
Avaliação: ★★★★★

* Livro cortesia da Editora Arqueiro

Sobre a autora

Julia Quinn é o pseudônimo de Julie Pottinger, uma reconhecida escritora americana que iniciou sua carreira escrevendo como um hobbie durante os estudos para ingressar na Faculdade de Medicina, na Yale School of Medicine.

Desde a juventude Julie já escrevia romances e chegou a terminar Sweet Dreams, mas a obra não foi bem recebida pelas editoras. A paixão pela escrita persistiu ao fracasso inicial e logo recebeu a oportunidade de publicar Splendid e Dancing At Midnight, abrindo as portas para que a autora mergulhasse no universo literário, recriando o século XIV com graça e bom humor.

Com o passar dos anos seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, em 26 idiomas, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons, sendo a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos.

Atualmente Julia mora com a família no Noroeste Pacífico.

3 comentários:

  1. Oi!
    É sempre bom ver uma resenha tão positiva a respeito dessa obra porque o que mais percebi é que as pessoas não compraram a ideia do amor à primeira vista, sem contar que o mocinho não foi muito bem engolido.
    Ainda não li mas vou com as expectativas para me controlar.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Amei Julia Quinn antes mesmo de ter lido algum livro dela, e o primeiro que li foi Como agarrar uma Herdeira. A Julia tem um geito gostoso de escrever, suas historias são bem humoradas e divertidas, romances perfeitos que faz se apaixonar loucamente pelos personagens.
    Mais lindo que a lua deve ser um livro maravilhoso e que com certeza vou ler, pois amo romances de época, amo Julia Quinn, amo historias divertidas e amei a capa do livro <3
    Beijo, Jady

    Garota, Era uma vez
    http://garotaeraumavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu li esse mês o terceiro livro da série os Bridgertons e estou bem animada com a Julia Quinn, quero ler mais histórias escritas por ela. Tenho ouvido falar bem sobre esse lançamento, para ser um livro bem legal mesmo! Os Delírios Literários de Lex

    ResponderExcluir