Crítica | Vingadores: Guerra Infinita

 *Texto sem spoilers*
VINGADORES: GUERRA INFINITA é um momento histórico, não só para o UCM, mas para o cinema mundial, pois ele vem quebrar paradigmas de produções com heróis e vilões no universo cinematográfico.

Como prometido, o longa reúne a 'nata' dos super-heróis em mais de duas horas de ação, diversão e muitas surpresas. Esse encontro marca de uma forma única a experiência cinematográfica do espectador, pois GUERRA INFINITA é claramente um rompimento do que era conhecido e abre possibilidade para diversos futuros a serem traçados pela Marvel – por meio de fatos narrados e das próprias joias do infinito.
Entre uma cena e outra encontramos nomes conhecidos como Capitão América, Homem de Ferro e Thor fazendo a alegria dos fãs, enquanto interagem como rostos relativamente novos, como Pantera Negra, Doutor Estranho e Homem Aranha. 

O filme é a grande oportunidade para Marvel unificar seus trabalhos e reunir os grupos mais conhecidos do universo como os Vingadores, os ex-Vingadores (equipe liderada por Steve Rogers) e os Guardiões da Galáxia.
Até este momento – e especialmente depois dos fatos da Guerra Civil – muitas dessas coligações estavam agindo de forma independente e sem interação entre si, mas um inimigo em comum (Thanos e a Ordem Negra) faz com que eles se juntem e busquem forças para combater a ameaça. 

Thanos, por sua vez, é um personagem já conhecido pelos espectadores – apresentado nas cenas pós-créditos de diversos filmes – e esteve por detrás de variados acontecimentos do UCM, como a invasão Chitauri e a busca de Ronan, o Acusador. Entretanto ele ainda é um completo desconhecido e coube ao enredo apresentar quem ele é, de onde vem e qual seu objetivo – e tenha certeza que não deixaram a desejar.

O longa vai além de uma super produção de imagem, som e atuação, é uma verdadeira obra de arte criada pelos Irmãos Russo que aproxima os fãs e desperta diversos sentimentos como amizade, fidelidade, companheirismo e justiça – e em alguns casos, raiva.

O roteiro foi clinicamente e propositalmente pensado para ser intenso ao mesmo tempo em que é divertido, com falas geniais, sacadas personalizadas e muita cultura musical e cinematográfica.

A obra faz jus perante grandes produções como Star Wars e Matrix e tende a ser molde para os futuros filmes de ficção/aventura.



Título Original: Avengers: Infinity War
Direção: Anthony Russo e Joe Russo
Canal/Produtora: Marvel
Ano: 2018
Avaliação: ★★★★★

Um comentário: