Header Ads

[RESENHA] Conquistada por um Visconde, Stephanie Laurens (Harper Collins)


Olá pessoal,

Hoje vamos conversar sobre CONQUISTADA POR UM VISCONDE*, da Stephanie Laurens. O livro é primeiro da trilogia As Irmãs Cynster - Nova Geração e aborda as aventura de Heather para conquistar o homem dos seus sonhos, enquanto tenta fugir de um nobre sequestrador.

Confiram:

Sobre a autora

Stephanie Laurens nasceu em 14 de agosto de 1953 no Sri Lanka. Quando tinha 5 anos, sua família mudou-se para Melbourne, onde foi criada. Depois de terminar a escola e ganhar um doutorado em Bioquímica na Austrália, Laurens e seu marido se mudaram para a Grã-Bretanha.

Uma vez em Londres, Laurens e seu marido começaram a trabalhar como pesquisadores em Kent. Eles moravam em uma região cercada pela história. A sua própria casa foi construída no século 16, em uma rua protegida em uma antiga vila romana, próximo de um castelo do século XIV.

Depois de quatro anos na Inglaterra, Laurens e seu marido voltaram para a Austrália, onde continuou a trabalhar na pesquisa sobre câncer, eventualmente dirigindo seu próprio laboratório de pesquisa.

Certa noite percebeu que não tinha mais as novelas de romance favoritas para ler. Depois de anos de pensar em escrever seu próprio romance, durante noites e fins de semana nos próximos meses, ela começou a elaborar sua própria história.

Esse manuscrito, Tangled Reins, foi o primeiro de seus livros a ser publicado. Depois de conseguir um sucesso com as suas novelas, Laurens se aposentou da pesquisa científica e tornou-se um romancista de tempo integral. Seus romances são principalmente romances históricos estabelecidos no período de Regência.

Stephanie Laurens e seu marido moram em Melbourne com seus dois gatos.

Sobre a obra

Decidida a escolher seu próprio herói, um que a deixe completamente extasiada e pronta para a felicidade conjugal, Heather Cynster declina convites para os bailes conservadores da aristocracia londrina e busca aventuras fora de seu círculo social.

Ao ultrapassar as fronteiras de seu mundo seguro e comparecer a um sarau oferecido por uma dama de reputação duvidosa, Heather acaba entrando na cova de leões. Mas seus planos de independência são arruinados quando encontra, no meio do salão, o enervante Visconde Breckenridge.

Amigo dos Cynster e, principalmente, dos irmãos de Heather, ele a toma pelo braço e a leva até a carruagem. Mas seus esforços são inúteis. A poucos metros de entrar no carro, Heather é interceptada e sequestrada por inimigos ocultos que buscam vingança contra os Cynster. Agora, o arrojado Visconde terá de provar que é realmente o herói que Heather tanto almeja.

Opinião pessoal

Fiquei muito feliz em conhecer o trabalho da Stephanie Laurens, uma renomada escritora de romances de época que chegou ao Brasil com todo o carinho e cuidado da editora Harper Collins.

Ganhando o coração dos leitores desde a primeira página, CONQUISTADA POR UM VISCONDE vem inserir o leitor em uma divertida aventura pelo norte da Inglaterra e Escócia. Heather Cynster é uma jovem determinada a encontrar o amor de sua vida, nem que isso custe sua reputação – algo que não a preocupa mas não imaginava que em seu caminho apareceriam sequestradores decididos a levá-la para um poderoso senhor de terras que encomendou o rapto de uma das irmãs Cynster – qualquer uma das cinco moças.

Após descobrir que sua vida não está realmente em perigo, ela decide permanecer sobre a posse dos "malfeitores" com o objetivo de descobrir tudo que puder sobre o misterioso mandante do sequestro e ajudar a manter ela e sua irmãs em segurança.

Para garantir sua proteção, Heather pode contar com a ajuda do Visconde Breckenridge, um belo e encantador libertino por quem ela nutre um grande desgosto. Como amigo da família Cynster, Breckenridge se sente responsável por devolver Heather sã e salva, principalmente porque ele contribuiu para que ela ficasse desamparada, facilitando o sequestro.

Lidando com a situação e trabalhando juntos – mais do que já se suportaram a vida inteira – Heather e Breckenridge arriscam suas vidas para proteger o clã Cynster enquanto tentam entender os sentimentos que nutrem um pelo outro – o que não será fácil já que os dois são cabeças duras.

A narrativa é extremamente divertida e envolvente, permitindo que o leitor consuma página atrás de página, ansioso pelo final.

Os personagens são carismáticos e encantadores, apresentando as maravilhas e dificuldades da vida no século XIX – algo que outros livros não demonstram, como a complicação em caminhar de botas por longas distâncias ou encontrar abrigo.

Um ponto negativo da obra é a ausência de flashbacks para explicar os encontros anteriores entre os personagens, permitindo conhecer a origem da inimizade e, posteriormente, nascimento da atração entre os dois. A história deixa entender que isso já foi mencionado em outros livros, dificultando a vida dos leitores de primeira viagem.

Agradou-me muito o conceito de família apresentado na obra. Estava acostumada com personagens que tem conflitos famíliares que interferem em seus relacionamentos, algo que não acontece em CONQUISTADA POR UM VISCONDE. O que a narrativa defende é a importância do casamento por amor e a garantia de que esse sentimento esteja bem presente antes mesmo de subir ao altar.

Título Nacional: Conquistada por um Visconde
Título Original: Viscount Breckenridge to the Rescue
Autora: Stephanie Laurens
Editora: Harper Collins
Ano: 2016
Especificações: 368 páginas
ISBN: 9788539822393
Avaliação: ★★★★

* Livro cortesia da Editora Harper Collins

2 comentários:

  1. Oi! Estou lendo esse livro no momento e estou levando um tempo enorme. Tudo porque achei que a história começou rápida demais, já mostrando o sequestro, sem deixar a gente conhecer melhor os personagens principais antes e essa inimizade. Sem contar que não estou gostando da Heather, esse negócio dela não ter fugido quando teve a chance me irritou profundamente, mesmo entendendo seus motivos. Vou tentar seguir adiante para descobrir que gosto ou não do romance.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Miriã,

      Concordo com você!

      O grande problema da história é que ela não é efetivamente um começo, mas sim um livro de "meio de série".

      A série dos Cynster conta com 25 livros e eles são muito bem amarrados, fazendo com que o leitor precise conhecer os livros anteriores. Como a autora começou a série em 1998 ela usou essa técnica e não "desapegou".

      O livro realmente é ótimo, mas peca nesse sentido ;(

      Excluir

Tecnologia do Blogger.