[RESENHA] A Luz que Perdemos - Jill Santopolo (Editora Arqueiro)


Sobre o livro

Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo.

Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York.

Nos treze anos que se seguem, o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejo, ciúme, traição e, acima de tudo, amor. Lucy começa um relacionamento com o lindo e confiável Darren, enquanto Gabe viaja o mundo. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro.

Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?

Opinião pessoal

A LUZ QUE PERDEMOS é uma maravilhosa oportunidade para refletir sobre a vida, o destino e como as escolhas mudam nosso futuro.

Nele conhecemos Lucy e Gabe, dois personagens cativantes, intensos e loucamente apaixonados.

O atentado as Torres Gêmeas foi um marco em suas vidas, não só por se conhecerem, mas por determinarem que seriam pessoas cada vez melhores.

O único problema é que cada um escolheu um caminho diferente para realizar esse desejo: enquanto ela quer mudar o mundo com desenhos infantis, ele quer se arriscar em guerras para fotografar a realidade do oriente médio.

A escolha de seguir seus sonhos acaba separando o casal, dando início a uma jornada repleta de expectativas, incertezas, medos e muito amor.

Ao longo da obra somos apresentados a acontecimentos que unem e separam o casal ao longo dos anos – ligações, almoços, festas de faculdade e enterros - fazendo com que os sentimentos que eles têm um pelo outros permaneçam vivos, mesmos estando com outras pessoas.

Particularmente me senti traída com algumas das decisões de Lucy, principalmente quando elas impactam em seu futuro e no relacionamento com Darren. Senti que ela insistia em comparar os homens de sua vida com Gabe – chegando a endeusá-lo em alguns momentos.

A narrativa acontece em primeira pessoa, onde Lucy conta sua história com Gabe como se fosse um "bate-papo" entre amigos. Esse recurso me incomodou um pouco logo no inicio da leitura, pois não apresenta muitos diálogos e se foca nas lembranças e reflexões da personagem. Entretanto, com o passar das páginas, comecei a entender o objetivo da autora e sua grande "sacada final".

A LUZ QUE PERDEMOS representa muito bem os sentimentos americanos de renovação e busca por significado em suas vidas – principalmente depois de grandes perdas –, ao mesmo tempo em que apresenta um romance leve, divertido e surpreendente.

Título Nacional: A Luz que Perdemos
Título Original: The Light We Lost
Autora: Jill Santopolo
Editora: Arqueiro
Ano: 2018
Especificações: 272 páginas
ISBN: 9788580418408
Avaliação: ★★★★

Nenhum comentário