Header Ads

Cinco séries com mocinhos vilões que amamos

Durante anos, as séries e filmes passaram a apostar em mocinhos fora dos padrões como um atrativo diferenciado para o público - ou melhor -, eles transformaram vilões em mocinhos que mostraram que por trás da máscara de Jason, existe um humano com coração.

E acabamos aprendendo a amar esse vilões/mocinhos, como Eric Northman de True Blood, Damon Salvatore de The Vampires Diaries, Niklaus Mikaelson de The Originals, Walter White de Breaking Bad e até o mais novato Pablo Escobar de Narcos.

Além de torcer para que esses “vilões” encontrem uma forma de salvação, passamos a perceber que dentro de cada mocinho também pode existir um vilão, como é o caso de Annalise Keating de How to Get Away with Murder e o Dr. House de House. Essa abordagem faz com que nos identifiquemos com diversas escolhas erradas dos personagens, tornando-os mais reais.

Separamos para vocês cinco séries com novos vilões/mocinhos que amamos, que mesmo não pertencendo ao hall de grandes mocinhos vilões, merecem a sua atenção e são incrivelmente fantásticos.

O trio de Snatch
Pra quem ainda não sabe o Rupert Grint (Harry Potter) está na série como ator e produtor executivo.

Inspirada no filme Snatch - Porcos e Diamantes, com Brad Pitt e Jason Statham, a série ganhou 10 episódios exibidos pela Crackle e tem Alex De Rakoff como criador.

Snatch conta de forma divertida a vida de três amigos londrinos com vidas muito diferentes, que se viram para sobreviver na grande Londres. Albert Hill, carrega o pesado sobrenome de Vic Hill - seu pai -, um famoso assaltante de cofres e bancos. Charlie Cavendish possui o sangue azul da elite inglesa, mas sua família está falida e teve muitos dos seus bens leiloados. E por fim Billy Ayers, lutador de box do cenário Underground, filho de um cigano com uma cantora punk.

Os três vivem de apostas e pequenos rolos e pensam que seu dia de sorte é quando conseguem um plano para se vingar de famosos gangster - que passaram a perna neles -, mas acabam de frente a uma carga preciosa, um carregamento de ouro contrabandeado. Os rapazes acabam caindo no mundo do crime e aceitam o gangster lifestyle com muito bom grado. No entanto, eles vão perceber que precisam de muito mais do que sorte para sobreviver em um mundo com policiais corruptos, mafiosos, até mesmo padre sem escrúpulos e o elemento principal, "O Pai - Vic Hill - bandido".

Se apaixone pelo charme de lorde desengonçado de Charlie, pelo sotaque britânico e pelo sorriso de lado do cérebro do grupo, Albert Hill, mas provavelmente cairá de amores pelo lutador bad boy que anda por ai montado em uma motocicleta e com charme cigano, Billi Ayers.

A segunda temporada tem estreia prevista para 2018, pela própria plataforma on demand da Sony Pictures.



  

A Dupla Femme Fatale de Dinastia

Dinastia é a nova série do Netflix, com os mesmos criadores de The OC e Gossip Girl e já conta com quatro capítulos lançados no stream.

Tendo como palco principal a alta sociedade americana, o show gira em torno da família Carrington e sua nova agregada. O cabeça da família, Blake Carrington (Grant Show), anunciou seu noivado com a jovem funcionária da sua empresa, Cristal (Nathalie Kelley), no entanto a parte mais difícil será noticiar o noivado para os seus filhos, Fallon (Elizabeth Gillies) e Steven (James Mackay), com quem ele não possui um bom relacionamento. A filha mais nova não aceita o relacionamento e está decidida a acabar com a nova madrasta e mostrar a seu pai que ela deveria estar na frente da empresa da família.

Mesmo com todo o enredo de guerra pelo poder entre famílias ricas, policia corrupta e até assassinatos.

As duas mulheres, Fallon e Cristal, roubam completamente a cena com a sua guerra particular. É difícil tomar um partido, pois as duas são oponentes osso duro de roer, com passados cheios de sujeira.

Será que chegarão a ter que trabalhar juntas?  Eu realmente gostaria de ver isso, teria dó do inimigo delas.




Família, Vingança, Poder e Sobrevivência

Into the Badlands é uma série baseada na clássica fábula chinesa "Journey to the West".

Depois da queda do governo como realmente o conhecemos e da nossa atual sociedade, as pessoas se reinventam e o voltam a viver nos campos e controladas por barões feudais, vulgo os mais fortes e poderosos dominam e os pobres sofrem.

Nessas terras perigosas, existem pessoas lutando para mudar o seu futuro e defender a sua família, outras procuram por vingança, algumas querem manter o seu poder e muitas lutam para sobreviver.

Quatro dos personagens classificam exatamente os pilares da série, Sunny (Daniel Wu) é um regente, líder dos "Clippers", ou seja, ele é um assassino qualificado e que serve ao mais poderoso barão de Badlands, Quinn (Marton Csokas). Homens como Sunny são treinados para não sentirem, não constituírem família principalmente, Quinn não permitiria que nada do tipo acontecesse. Então o que aconteceria se Sunny se apaixonasse?

Quinn é um barão que matou seu antigo barão para que assumisse o poder. O poder pertence a ele e vai garantir que continue sendo assim. Dessa forma ele detém o treinamento de novos Clippers e possui o exercito mais bem treinado.

MK (Aramis Knight) é um jovem misterioso que foi salvo por Sunny de nômades que o haviam sequestrado. O garoto luta pela própria sobrevivência, já que tem que fugir das pessoas que querem o aprisionar devido aos "dons" que ele possui. La Viuda ou The Widow (Emily Beecham) é a nova baronesa, que lança uma campanha contra Quinn, com a ajuda de um exército de mulheres bem treinadas.

A série é cheia de vilões e você realmente não consegue entender quem é o verdadeiro vilão. Todos estão tentando defender algo e estão decididos a derrubar qualquer um que entre em seu caminho.

Produzida pela AMC, a série é criada por Alfred Gough e Miles Millar e conta com duas temporadas completas e a terceira confirmada para 2018.


Jax Teller, o Rei dos Mocinhos/Vilões

Sons of Anarchy é uma séria finalizada, lançada em 2008 pela FOX e criada por Kurt Sutter.

Jax Teller (Charlie Hunnam) vê o mundo de cima da sua Harley-Davidson e vive com as leis do seu clube de motoqueiros Sons of Anarchy, que comandam a pequena cidade de Charming (Cidade Fictícia), no norte da Califórnia, nos Estados Unidos.

O bad boy foi inserido nesse mundo graças ao seu falecido pai e vive conflitos para alinhar sua vida com filhos, ao clube que comanda junto com o seu padrasto Clay Morrow (Ron Perlman). Obviamente o clube mexe com diversas coisas ilícitas, como o tráfico de droga por exemplo.

Jax Teller é astuto e tem uma sede bem cruel de vingança – ainda mais quando mexem com o que é seu ou com o clube –, então esteja preparado para ver tiro, porrada e bomba, mortes, assassinatos e a comissão traseira de Charlie Hunnam.

Como todo bom vilão, Jax te ganha pela inteligência – e claro, essa cara perfeita – e você passa sete temporadas torcendo pra que o mundo conspire a favor dele e que todos os inimigos sejam exterminados.

Nota pessoal: Jax Teller é o meu preferido no mundo das séries e principalmente no cenário Mocinho/Vilão. Acho que ele representa bem essa contradição. Ele é um vilão, mata, extermina seus inimigos, mexe com inúmeras coisas ilícitas, quebra muitos corações, mas tem seu lado humano, o que ama os filhos e o que da a vida pela família.

Dessa forma ele chega sorrateiramente e faz os fãs esquecerem qualquer tipo de ética, passando rapidamente para o #teamJax. Charlie Hunnam arrasou na interpretação desse personagem, foi definitivamente a sua maior obra de arte.

Não dá pra lidar com um bad boy lindo desse!

PS: Está em produção um spin-off de Sons Of Anarchy, que se chamará "Mayans MC" e vai contar a história do clube de motoqueiros latinos, que apareceram em SOA. A história se passa depois dos acontecimentos com Jax Teller.



  

O casal Viking mais Badass de todos os tempos

Vikings foi uma série que começou na surdina da noite, quietinha e quando vimos já tinha sido um "BUM" mundial.

Tudo isso se deve a sua história nórdica, focada na vida dos Vikings, suas conquistas de território, riquezas e pela produção – cenário, fotografia e figurino – impecável. E as estrelas principais são o casal Badass Ragnar Lothbrok e Lagertha.

O homem é um Viking e a mulher dele vai pra guerra junto, isso já diz tudo!

Ele é um guerreiro com sangue frio, seguidor de Odin e que não da à mínima pra quem vai saquear ou qual rei ele vai cortar a cabeça. A série conseguiu construir um personagem interessante, que na minha opinião, deveria ser citado muito mais vezes pela mídia, PORQUE ELE INCRÍVEL!

Ragnar vive em sua aldeia e tem grandes ambições. Ele começa como subordinado, mas quando quem exerce o poder tenta limitar a sua visão futurística, ele simplesmente manda o cara à "merda" e vai pra conquista.

Lagertha é a mulher que todas almejam ser, sem brincadeira. Ela é encantadora, linda e sabe lutar como ninguém. Não se enganem com o começo, todos pensam que a mulher vai ficar em casa, cuidando dos filhos enquanto o marido sai pra conquistar o mundo. NO WAY!

Ela vai pra guerra, com espada na mão e sangue nos olhos. De todas as mocinhas/vilãs da história, essa mulher ganha em disparada de várias e devia está no topo de qualquer lista sobre mulheres incríveis.

Ragnar e Lagertha se reproduzem, seja juntos ou não, o que deixa diversos outros personagens maravilhosos distribuídos pela série. Vale a pena conhecer essa família de loucos Vikings, eles são maravilhosos.

Vikings já conta com quatro temporadas - TODAS NO NETFLIX -, produzidas pela History Channel e a quinta já tem data definida: 29 de novembro ela está de volta.


 
* Texto por Ana Caroline Moraes

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.