[RESENHA] Dois a Dois – Nicholas Sparks (Editora Arqueiro)

Olá pessoal,

Hoje temos a resenha de DOIS A DOIS*, novo livro do Nicholas Sparks que comemora a longa (e de sucesso) carreira do autor.

Lançado pela Editora Arqueiro, o livro traz uma história impactante sobre os laços entre pai e filha e os sacrifícios para seguir a vida, depois de perdemos o rumo.

Confiram:

Sobre o autor

Nicholas Charles Sparks é um escritor americano, nascido em 31 de dezembro de 1965, em Omaha, Nebraska. Na infância viajou por vários estados acompanhando o pai que atuava como professor universitário (Los Angeles, Minnesota e Califórnia). Na adolescência se estabeleceu em Fair Oaks, California, onde passou grande parte da juventude.

Em 1984 ingressou na Universidade de Notre Dame onde cursou Finanças Corporativas e se graduou com honras. Ainda na faculdade, Sparks escreveu seu primeiro livro The Passing, em uma casa de verão dos calouros, no segundo ano do curso. Após se formar Sparks procurou oportunidades de trabalho em editoras e vagas para estudar direito, mas não foi bem sucedido, passando de emprego em emprego como garçom, vendedor de produtos odontológicos e avaliação imobiliária.

Em 1993, ele se mudou para Washington, DC, e iniciou a produção da obra The Notebook (O Diário de Uma Paixão), publicada três anos depois pela Time Warner Book Group, entrando para a lista de Best-sellers do New York Times em sua primeira semana de lançamento. Esse feito foi possível graças a sua agente literária Theresa Park, que se tornaria mais tarde sua parceira na Nicholas Sparks Produtions, sua própria produtora de filmes e minisséries para a TV, responsável pela adaptação de The Choice para o cinema.

Com o sucesso do seu primeiro romance, ele se mudou para New Bern, na Carolina do Norte. Desde então, escreveu diversos best-sellers, dos quais onze foram adaptados em filmes: Message in a Bottle (Uma Carta de Amor, 1999), A Walk to Remember (Um Amor para Recordar, 2002), The Notebook (O Diário de Uma Paixão, 2004), Nights in Rodanthe (Noites de Tormenta, 2008), Dear John (Querido John, 2010), The Last Song (A Última Música, 2010), The Lucky One (Um Homem de Sorte, 2012), Safe Haven (Um Porto Seguro, 2013), The Best of Me (O Melhor de Mim, 2014), The Longest Ride (Uma Longa Jornada, 2015) e The Choice (A Escolha, 2016).

Atualmente seus livros contam com mais de 100 milhões de cópias impressas em mais de 50 línguas.

Sobre o livro

Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos.

Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.

Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.

Opinião Pessoal

Dois a dois talvez seja o livro mais diferente de Nickolas Sparks que eu já li.

Sempre dedicado a narrativas que envolvem emoção, perdas, conquistas e recomeços, Sparks escolheu – nesta obra comemorativa – abordar o universo reflexivo de um relacionamento que não deu certo.

Particularmente comecei a obra com várias expectativas, mas a leitura se mostrou algo totalmente diferente do que eu havia imaginado, deixando os acontecimentos em segundo plano e focando na construção e evolução do personagem principal, Russ.

Essa escolha do autor contribuiu para que a leitura apresentasse um aspecto lento e um tanto “monótono”, fazendo com que a vida dos personagens fosse baseada em atos rotineiros – repetição de acontecimentos e pensamentos, ilustrando, algumas vezes, que a vida não sai do lugar.

Com poucos diálogos diretos, DOIS A DOIS se passa quase inteiramente na cabeça de Russ, dando a ele uma voz unilateral de sua vida e mesclando acontecimentos recentes com o passado. Mesmo que essa abordagem canse o leitor, ela se torna importante, pois vamos descobrindo quem o personagem é e como ele evolui a cada “pensamento”.

Um aspecto muito interessante é o realismo da dor e da sensação de abandono que o Sparks consegue transmitir nas páginas, contribuindo para que o leitor sinta ódio, raiva, compaixão e tristeza juntamente com as cenas descritas.

O relacionamento criado entre Russ e a filha é outro ponto alto da história, pois vai além da idealização do pai como herói, mas como amigo e confidente. Em muitos momentos London escolhe se abrir com o pai em relação aos problemas, pois tem medo de enfrentar as regras impostas pela mãe.

Enquanto apoia a filha, Russ tem que seguir a vida e permanecer firme para cuidar de si, da filha, do trabalho, da casa e criar um ambiente seguro e estável para que London cresça com amor e segurança.

Título Nacional: Dois a Dois
Título Original: Two by Two
Autora: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Especificações: 512 páginas
ISBN: 9788580417012
Avaliação: ★★★

* Livro cortesia da Editora Arqueiro

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.