Resenha | A Fênix de Fabergé


“Respeitável público, segure seu coração!” 

Sobre o Livro: 

Kenya Adrikovna Gorkova é uma jovem e talentosa contorcionista que viaja o Brasil com suas apresentações. Treinada pelo pai, um antigo domador de leões, ela cresceu solitária e nunca teve oportunidade de ir à escola ou fazer amigos. Quando um homem misterioso a contrata para três espetáculos únicos em seu circo, Kenya é surpreendida por sentimentos que só viu em livros de romance. Quem é esse homem? E por que a observa tão intensamente da plateia? 

Aleksei Ivanovich Markov só tem um desejo: vingança. Há alguns anos, um incêndio tirou a vida de seu pai e deixou marcas no corpo e na alma do jovem russo. Agora, ele tem um plano para punir a pessoa que devastou sua família – e Kenya pode ser o caminho. Aleksei não contava, entretanto, com o charme da bela ruiva, nem com o amor que surgiria entre os dois, uma relação que guarda tantas surpresas quanto um ovo Fabergé e que pode levá-los ao êxtase ou à destruição. 

Aleksei tem sede de vingança. Kenya precisa se libertar de um pai abusivo. Juntos, precisam descobrir como superar suas feridas e, tal qual a fênix, usar as próprias cinzas para renascer. 


Opinião pessoal: 

Como um espetáculo maravilhoso de circo, daquele de tirar o folego, Aleksei e Kenya chegam te envolvendo em uma trama bem construída e cheia de encantos, coisas que só um circense pode causar.  

É uma versão de “Bela e Fera”, em um universo de “O Homem do Show”, mas com muito mistério e ação.   

Aleksei é um jovem vindo da Rússia junto com o pai, o objetivo era juntarem dinheiro para finalmente conseguirem juntar a família em condições melhores. No entanto os planos são frustrados, bem quando sua mãe, que trabalha no Cirque du Soleil, consegue se estabilizar no Canadá. Divido a má administração do circo em que pai e filho trabalhavam, um incêndio tira a vida de diversas pessoas durante uma apresentação e uma delas era o pai de Aleksei. 

O jovem russo guarda cicatrizes na alma e no corpo. Ele faz do ódio sua alavanca, tudo o que ele quer é se vingar do checheno Adrik Gorkov.   

Com a ajuda da mãe e de parentes e amigos, Aleksei consegue se estabilizar economicamente. Ele possui um grande e respeitável circo no Brasil, mas os diversos cifrões que ele cultiva vão muito além, seu investimento foi minucioso para o tornar poderoso.  

O que não estava nos planos do implacável homem, era ter sua atenção roubada pela contorcionista ruiva e, por ironia do destino, filha do seu algoz. Ela era a chave para o seu plano de vingança, mas ele terá que tomar cuidado para não por tudo a perder.  

Kenya é uma jovem forte, abençoada com uma elasticidade que a ajuda a realizar feitos incríveis e shows encantadores. Aprisionada pelo próprio pai, ela é privada de frequentar a escola e de ao menos saber o que aconteceu com sua falecida mãe. Adrik a mantem envolta na realidade que ele quer e que, obviamente, o beneficia, já que a jovem se tornou sua fonte de renda depois que ele faliu. Quando Aleksei vem com o contrato para os shows, ela encontra ali, talvez, uma faísca de esperança para enfim conquistar a sua independência. 

Os personagens são bem construídos e possuem segredos que te prendem do início ao fim do livro. Exatamente como uma matrioska, os mistérios são revelados aos poucos, por camadas.  

Algo muito rico no livro é a forma como as autoras foram fieis a questões culturais russas, tanto na cultura circense que o país possui, quanto em expressões e questões culturais. Isso é muito importante quando se propõe a escrever, ter o cuidado de estudar e apresentar uma versão fiel de um “imigrante russo”, como é o caso de A FÊNIX DE FABERGÉ

Para todos os fãs de circo e espetáculos majestosos, o livro se torna mágico devido ao enredo ter como foco os grandes picadeiros. É mágico como uma apresentação de trapézio, contorcionismo, palhaços e mágica. Mas sem perder o toque misterioso e com personagens fortes e interessantes. 

Tão mágico quanto uma noite no circo.  



Título Nacional: A Fênix de Fabergé 

Autora: Sue Hecker e Cassandra Gia 

Editora: Harlequin 

Ano: 2018 

Especificações: 320 páginas 

ISBN: 9788595083530 

Avaliação: ★★★★


*Texto escrito por Ana Caroline Moraes

Nenhum comentário