Sesc Pompeia lança projeto “Lá na laje: clube do livro sem livros”

O Sesc Pompeia inicia no mês de março o projeto LÁ NA LAJE: CLUBE DO LIVRO SEM LIVRO, um encontro que promove a discussão sobre literatura independente sem necessariamente estar atrelada a um título de livro, contando com a participação de convidados que iniciaram sua escrita fora das páginas do livro impresso - seja na internet, no guardanapo de papel, no slam, sarau ou nas intervenções urbanas.

O primeiro encontro acontece no dia 21 de março com a participação dos autores Pedro Gabriel e Ryane Leão - que participam da mesa “Do balcão do bar aos muros: tinha uma rede social no meio” - abordando seus processos criativos e as etapas que percorreram até terem suas obras publicadas.

Conheça os convidados da primeira edição:

Ryane Leão
Mulher negra, poeta e professora, criadora do projeto "Onde Jazz Meu Coração", com mais de 150 mil seguidores nas redes sociais. "Tudo Nela Brilha e Queima" é seu primeiro livro publicado e foi lançado no segundo semestre de 2017.

Pedro Gabriel
Nascido no Chade, chegou ao Brasil aos 12 anos de idade. A partir da dificuldade na adaptação ao idioma, Pedro desenvolveu talento e sensibilidade raros para brincar com as letras. É autor do livro “Eu me chamo Antonio”, mesmo título de seu trabalho nas redes sociais, com 1 milhão de seguidores.


Jéssica Balbino
É jornalista, pesquisadora, mestre em comunicação pela Unicamp e dirigiu o documentário 'Pelas Margens: vozes femininas na literatura periférica'. É editora do blog Margens e autora dos livros “Traficando Conhecimento” e “Hip-Hop: A Cultura Marginal”.

Outros encontros

O clube Lá na Laje vai acontecer na terceira semana de cada mês, todas às quartas-feiras, durante março (dia 21), abril (dia 18), maio (dia 23) e junho (dia 20), sempre às 19h30. Já estão confirmadas as presenças de Lâmia Brito e Giovanna Lima, na mesa de abril, que vai debater “Literatura nos muros da cidade: obra permanente e a céu aberto”. Em maio, os convidados são a poeta Jô Freitas e o escritor Jessé Andarilho. Ambos vão falar sobre “Narrativas literárias: precisamos mesmo de livro impresso?”. Já no encontro do mês de junho, o tema será “Entrelinhas: no tecido, nos muros e na música, uma literatura viva”, com a artista Karen Dolorez e o grupo de rap Santa Mala, da Bolívia.

Grátis. Classificação indicativa: Livre.

Mais informações: http://bit.ly/LanaLaje

Nenhum comentário