Triângulos amorosos: A receita para cativar fãs

Um conhecido clichê literário/cinematográfico, o TRIÂNGULO AMOROSO é um dos principais recursos utilizados (se não o maior) na construção de obras – sejam elas para a leitura, TV ou telas de cinema – e inserido  para conquistar o leitor, apresentar drama, emoção e intensidade nas narrativas – eu, por exemplo, sempre torço para o lado errado do triângulo.

Mesmo recorrente nas obras, existe um tipo de TRIÂNGULO AMOROSO que desperta a curiosidade e se destaca entre os demais: aquele em que a "mocinha" não apenas se envolve, mas cria laços afetivos contínuos com seus dois pretendentes e não consegue desapegar – mesmo estando envolvida intensamente com uma das partes.

São esses casos que vamos destacar para que vocês conheçam e se apaixonem:
  
CREPÚSCULO

O mais conhecido de todos os tempos, o triangulo amoroso Edward/Bella/Jacob criou o conceito de "team/time" entre os fãs, onde cada lado torcia para que seu favorito fosse escolhido pela encantadora Bella Swan.

Na história, Bella é uma humana que se apaixona pelo misterioso vampiro Edward Cullen, mas que cria laços humanos com o jovem Jacob Blake, um amigo de infância que mais tarde se revela um poderoso Lobisomem que combate vampiros.

Mesmo namorando (e depois casada) com Edward, Bella não abre mão da companhia, presença e do amor de Jacob, causando um imenso sofrimento ao jovem.

JOGOS VORAZES

Um triângulo amoroso que no início foi apenas uma escapatória para a sobrevivência, o trio Gale/Katniss/Peeta conseguiu conquistar corações de uma forma inusitada.

Vivendo no vilarejo mais pobre Panem, Katniss e Gale criam uma amizade que os ajuda a manter suas famílias seguras e alimentadas, mas a escolha de Katniss em salvar a irmã de participar dos Jogos Vorazes faz com que ela encontre Peeta, o jovem padeiro que sempre foi apaixonado por ela.

Para se salvar, os dois fingem estar apaixonados, mas quando percebe os verdadeiros sentimentos de Gale, Katniss entra em conflito tentando entender a quem pertence seu coração, enquanto encabeça uma rebelião sem precedentes.

DIÁRIOS DO VAMPIRO

O triângulo amoroso que envolveu irmãos de sangue incluiu os encantadores Damon e Stefan Salvatore, que se apaixonaram pela bela humana Elena Gilbert.

Tanto nos livros quanto na série, os fãs encontram uma história de amor e ódio que envolve os personagens. De um lado o bom e honesto Stefan que foge de sua natureza como vampiro e do outro Damon, um charmoso e poderoso vampiro que desfruta de suas habilidades pós-morte e do prazer do sangue humano.

No meio desse confronto está Elena, uma moça que acredita no lado bom das pessoas e que está disposta a salvar a alma de seus dois "amantes", nem que isso custe sua vida.

REIGN

Em Reign vemos outro conflito de irmãos, mas agora com pesos e medidas diferentes.

Rainha da Escócia por direito, Mary sai de seu exílio em um convento para se casar com Francis, o príncipe da França, para quem ela está prometida desde criança. O encontro depois de tantos anos e a instabilidade política dos dois países abrem brechas para desentendimentos entre o casal e a oportunidade para que Sebastian, o filho bastardo do Rei, entre na vida de Mary.

Após um plano de conspiração para mudar a linha de sucessão, Mary se vê noiva de Sebastian, por quem ela nutre um carinho único, mas diferente do que guarda por Francis.

Mesmo estando envolvida com um dos irmãos, Mary não hesita em recorrer ao outro quando precisa de ajuda para salvar sua vida ou de seu povo, causando danos inimagináveis nos três corações.

A SELEÇÃO

Muito aguardada pelos fãs a adaptação de A Seleção para os cinemas compartilhará com o mundo um dos triângulos amorosos mais conflituosos na literatura: Aspen/America/Maxon.

Na história, America e Aspen desfrutam de um amor proibido, puro e especial, mas para ajudar sua família a crescer no sistema de castas, a jovem irá participar da Seleção, um concurso para escolher a nova princesa de Illéa e a futura esposa do príncipe Maxon.

Após o rompimento conturbado com Aspen, America decide ficar na competição para ficar longe do amado, mas o que ela não esperava era se tornar uma das favoritas de Maxon.

Quando ela decide abrir seu coração para o príncipe e tentar um novo relacionamento, Aspen retorna a sua vida como seu guarda pessoal no castelo, uma relação que complicará todos os seus planos.

Conheçam outros triângulos amorosos surpreendentes:

- A 5ª Onda, Rick Yancey
- Nascida à Meia Noite, C. C. Hunter
- A Hospedeira, Stephenie Meyer
- Instrumentos Mortais, Cassandra Claire

8 comentários:

  1. Reign é muito bom! O período épico em que o romance é passado é muito envolvente! Fiquei viciada! No aguardo de " A seleção" !
    Beijos!

    jenifercruuz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jenifer,

      Reign é a minha série do momento. Assisto todo dia <3.

      Abraços.

      Excluir
  2. Oi. Tirando Diário de um Vampiro, eu simplesmente DETESTO triângulos amorosos. Acho que a fórmula para fazer o livro dar certo já não funciona mais comigo, não consigo engolir a enrola da personagem para escolher um, ou o tempo que o segundo carinha demora pra perceber que ela não vai escolher ele. Isso me irrita e é um dos motivos que eu mais deixo de ler distopias e afins.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Miriã,

      Te entendo plenamente!
      Também me sinto assim, a história tem que ser bem construída para me conquistar. Particulamente sou fã dessas do post, torço loucamente.

      Beijos ;*

      Excluir
  3. Eu acompanhei os 3 primeiro e estou louca pra ler a seleção. O pior de todos pra mim foi o de crepúsculo, pq eu não sabia qual que eu queria que ela ficasse, os dois eram homens perfeitos. hahah Diário de um vampiro também deixou meu coração apertadinho.
    Concordo plenamente com o título ahah

    Beijos, Gi.
    Blog About Girls

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gi,

      hahahah que bom que gostou!
      Na época em que li Crepúsculo sofri bastante, pois mudei de "lado", então cada escolha da Bella era um martírio.

      Não perca tempo e leia A Seleção, acho que vai gostar!

      Excluir
  4. Eu já gostei muito de livros om triângulos amorosos, mas hoje meio cansei disso. Se tem triângulo amoroso, logo me irrita e ai já quero tacar o livro longe (o que não faço pra não fazer dodói nele). É muito difícil eu ter um triângulo amoroso que realmente me deixe em dúvidas de pra qual casal torcer ou que não me irrite.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rs te entendo Lary.
      Infelizmente é difícil achar casais em que valha a pena apostar. Particulamente gosto do gênero, mas confesso que fico brava, brigo, rio e choro com os meus preferidos. <3

      Excluir