Header Ads

Força e afirmação feminina são o foco do filme Entre Irmãs

Globo Filmes, em parceria com a Sony Pictures, traz uma encantadora história de duas fortes irmãs para as telonas no dia 12 de Outubro.

Baseado na aclamada obra literária "A Costureira e o Cangaceiro", da autora pernambucana radicada nos Estados Unidos, Frances de Pontes Peebles, o filme ENTRE IRMÃS, vem contar como duas irmãs, seguindo destinos diferentes, conquistam sua independência feminina entre o sertão e o Recife dos anos 30.

Criadas para serem costureiras, as irmãs Emília (Marjorie Estiano) e Luzia (Nanda Costa), vão atrás dos seus sonhos, mas por caminhos diferentes. As duas vivem em um mundo que está passando por uma constante mudança políticas e sociais nos anos 20 e 30, com isso as duas tem que enfrentar o estereotipo criado para a mulher e de formas diferentes se afirmarem e enfrentarem o machismo da época.

Luzia decide seguir um grupo de cangaceiros e Emília se muda para capital, como sempre sonhou, e nunca perde as esperança de achar o seu príncipe encantado. A única certeza que as duas têm é de que mesmo com caminhos separados podem sempre contar uma com a outra.

Com um elenco que carrega protagonistas importantes interpretadas por Marjore Estiano e Nanda Costa, o grupo de atores ainda está recheado de talentos brasileiros, como Julio Machado, Rômulo Estrela, Letícia Colin, Cyria Coentro, Cláudio Jaborandy, Rita Assemany, entre outros.

Dirigido por Breno Silveira, responsável pelo sucesso do filme "Os dois filhos de Francisco", tem como roteirista, Patrícia Andrade, uma antiga parceira do diretor em longas anteriores.



* Texto por Ana Caroline Moraes

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.