Header Ads

[PRIMEIRAS IMPRESSÕES] Rush Sem Limites – Abbi Glines

Olá pessoal,


Hoje na coluna Primeiras impressões venho conversar com vocês sobre o livro Rush Sem Limites, da Abbi Glines (Editora Arqueiro). O livro é um dos lançamentos do mês de junho – fechando o ciclo da trilogia Sem Limites –, que está fazendo sucesso junto ao público jovem/adulto.


O livro escrito pelo olhar de Rush, o galã bad boy que vive uma paixão avassaladora com a meia irmã de sua irmã, Blaire (sim, é confuso rs). A história mostra o olhar masculino dos fatos, assinalando o desejo, o conflito e a ansiedade de viver um amor que vai contra tudo que ele mais protegia e amava, a irmã Nan.


Não conhecia a trilogia até ter contato com o livro, mas a intensidade da autora e as enrascadas que Rush se mete logo nas primeiras páginas, me cativaram. Já adicionei a sequência à minha lista de leituras!


Primeiras impressões

Quando pensei “vou ler um trecho do livro”, não esperava ter acesso aos três primeiros capítulos, então posso dizer: ARQUEIRO, VOCÊS SÃO DEMAIS! rs. Foram ao todo 22 páginas intensas e cheias de vida. Rush é o típico galã que arrasa o coração das garotas que cruzam seu caminho e não espera de envolver com a única menina que está fora de seus limites: Blaire.

Ele é o filho de um rockstar que o apresenta ao mundo das mulheres e das drogas, mas no fundo ele é mais do que um malvado sem coração. Sua jóia preciosa é a irmã Nan, filha de sua mãe com Abe, um cafajeste que trocou Nan por uma segunda família. É nesse momento que Blaire entra na história, ela é filha do outro relacionamento de Abe e – do mesmo modo que Nan – também é abandonada pelo pai.

Após Abe voltar a se relacionar com a mãe de Rush, Blaire perde sua mãe e precisa de um lugar para ficar e procura pelo pai. Ao chegar descobre que Abe está em Paris e encontra uma meio-irmã revoltada e um Rush desinteressado. Porém a consciência do moço insiste em ajudar Blaire, que começa a morar com eles. Sua beleza e inocência irão conquistar Rush, que por sua vez se envolve em uma paixão que Nan desaprova.

A história me cativou, mas fiquei com várias dúvidas:

1) Aparentemente Blaire tem uma irmã gêmea que desapareceu na narrativa. Será que ela morreu?
2) Como Nan aceitou que seu ingrato pai voltasse a viver com a família depois de todo o sofrimento?
3) Porque a mãe de Nan foi tão injusta com ela, quando era criança, e aceita Abe de volta?

Novos questionamentos e respostas vão surgir com a leitura. Então, não deixem de adquiri o livro (ele é uma das indicações do blog na Wish List de julho, confira aqui).

Beijinhos,
Jeeh


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.