Header Ads

Diário de Bordo - Uma Aventura na Bienal do Livro

Olá pessoal,


Essa foi a semana mais esperada do ano para os leitores de plantão. A 23ª Bienal do Livro de São Paulo parou a capital e atraiu mais de 720 mil visitantes. E eu não podia ficar de fora!
Minha primeira experiência na Bienal foi na edição de 2002, quando tinha 10 anos. De lá para cá fico aguardando ansiosamente o retorno de uma das melhores feiras do mundo.


Esse ano fui acompanhada da minha irmã e minha prima. Como assessora de imprensa eu não encarei a fila (hipermegamasterblaster) gigante da bilheteria, mas deu quase na mesma, pois tive que aguardar minhas duas acompanhantes que não estavam com ingresso. Dica para outras oportunidades: se planeje antes e compre ingressos pela internet. Não vale a pena perder o dia na fila.


Fui no dia 30/08, penúltimo dia de feira (e único que eu poderia ir). A melhor maneira de chegar foi de metrô até a estação Tietê, de onde o evento estava disponibilizando ônibus gratuito. Fila e mais fila para pegar o ônibus – bem diferente dos anos anteriores, onde o processo estava mais rápido. Mas até aí tudo bem.

A aventura começou mesmo para tentar entrar no pavilhão do Anhembi. Não lembro de ter visto tanta gente junta desde as manifestações de junho/2013.


Era fila que não acabava mais. Resumindo. Cheguei às 12h e entrei às 14h.

Desanimo? Nunca! Principalmente porque aí que começa a diversão --> livros e mais livros e mais livros! *-*
Comecei minha lista de compras pela Intrínseca. Muitos dos livros que eu queria pertenciam à editora e nada melhor do que começar a encher a mochila com os meus queridos livrinhos. Infelizmente não consegui tirar foto do estande, porque estava muito lotado, mas valeu a pena.


Diferente dos anos anteriores a Intrínseca não estava com um carro chefe (2010 foi o Lançamento do Percy Jackson - O Último Olimpiano; e 2012 foi a vez de Cinquenta Tons de Cinza). Mas opções não faltaram: os tradicionais Crepúsculos; Percy Jackson; livros do John Green; Destrua esse Diário; Termine Este Livro; Eu Sou o Número Quatro; etc. Acho que fui a pessoa que mais comprou livros da editora (pelo menos na minha leva do caixa) – ao total foram 6 seis exemplares.
Resolvido minha pendências com a Intrínseca, fui para o estande da Editora Novo Conceito. Fui muito nos estandes da editoras, pois gosto de ver opções diferentes, descontos, a interação da equipe de vendas, etc.

Na Novo Conceito foi a vez de fazer a compra de Se eu Ficar (grande chamada do estande) e Um Amor Para Recordar. Como minha lista de desejos é grande, tive que me conter, mas ainda quero A Última Música e Um Gato Chamado Bob.


Na Record (ah, Record... lar do meu querido Diários do Vampiro) compramos Perdida, uma história fascinante de viagem no tempo. Na Rocco, Jogos Vorazes e Divergente eram os carros chefes e muitas gente comprou. Ainda não tenho meus exemplares de Jogos Vorazes, mas irei comprar em breve! Para quem não sabe, Deixe a Neve Cair (de John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle) também tem os direitos reservados para a Rocco. A editora é muito conhecida pelo lançamento no Brasil da saga de Harry Potter.
No estante da Arqueiro era possível ver muitos visitantes comprando Nicholas Sparks e novo (e provável sucesso) O Doador de Memórias. Esse último é indispensável na minha coleção.


No fim das contas fiquei na feira até às 19 horas, comprei 12 livros e voltei para casa feliz.
Acredito que se tivesse conseguido entrar antes o número de aquisições seria maior, mas vamos deixar para a próxima.


Confira algumas fotos do evento:




Você também esteve lá? Compartilhe suas experiências e lista de compras nos comentários abaixo.

Bye bye ;D


Follow">http://www.bloglovin.com/blog/1418790/?claim=58sr7vgw5y8">Follow my blog with Bloglovin

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.